Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Eventos > CMI recebe I Simpósio sobre Prevenção do Abuso e Exploração Sexual Infantil
Início do conteúdo da página

CMI recebe I Simpósio sobre Prevenção do Abuso e Exploração Sexual Infantil

Publicado: Quinta, 24 de Maio de 2018, 11h22 | Última atualização em Quinta, 24 de Maio de 2018, 11h22 | Acessos: 59
imagem sem descrição.

O plenário da Câmara Municipal de Itaguaí recebeu na manhã de sexta-feira (18/05) o I Simpósio sobre Prevenção do Abuso e Exploração Sexual Infantil. A data foi escolhida por ser o Dia Nacional de Enfrentamento ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, com ações realizadas em todo o país. O Simpósio foi organizado por um grupo de trabalho inter setorial formado pela Secretaria Municipal de Saúde, Secretaria Municipal de Educação e Cultura, Secretaria Municipal de Assistência Social, e Conselho Municipal dos direitos da Criança e Adolescente (CMDCA).

A abertura do evento foi feito de forma coletiva pela mesa composta por um representante de cada órgão organizador do Simpósio. Representando o CMDCA esteve presente a presidente, Nelucia Coelho; representando a Secretaria Municipal de Saúde esteve presente a assistente social Angélica Sanchez; Michele Sobral, que é diretora de gestão do SUS, participou do Simpósio representando a Secretaria Municipal de Assistência Social; e a Secretaria de Educação e Cultura foi representada por Gláucia de Moura. 

O simpósio teve grande adesão do público, que deixou poucas cadeiras vagas no plenário. O público alvo foram coordenadores de programas de saúde e da assistência social, dirigentes escolares, coordenadores pedagógicos e orientadores educacionais, conselho tutelar e de direitos da criança e do adolescentes, e ONGs que realizam projetos voltados para crianças e adolescentes.

A programação contou com palestras e mesa redonda sobre diversos temas, como: Sinais e sintomas da violência, com Renata Sixel, da Secretaria Municipal de Saúde; Notificação X Denúncia, com Maria Angélica Sanchez, da Secretaria Municipal de Saúde; Como abordar crianças e adolescentes com suspeita de abuso sexual, com Ana Otoni e Sonia Pimentel, do GT de violência da Secretaria de Saúde do Estado do Rio de Janeiro; A organização da rede em Itaguaí, com Bruna Pires - CREAS, Renata Sixel  do Programa de Atenção Integral à Saúde da Mulher, Criança e Adolescente  (PAIMISCA), e Marcelo Praxedes do Conselho Tutelar.

O Simpósio contou ainda com uma palestra dada por Elisa Goulart, da Secretaria de Saúde de Mangaratiba, que contou a experiência do município de Mangaratiba nos casos de violência contra a criança e adolescente. Elisa, que é psicóloga e responsável técnica pelo programa Arte Viva, falou sobre o programa e em como ele vem atuando de forma concreta nos casos de abuso sexual contra crianças e adolescentes. Sobre o Arte e Vida, Elisa destacou as diversas formas de notificações realizadas no município, a atenção primária ajudando na identificação dos casos, e a capacitação dada aos profissionais de diversas áreas, para que eles possam identificar casos de abusos e os encaminhar até o programa. Elisa explicou que, pegando para o programa a responsabilidade de fazer a notificação, a quantidade de denúncias recebidas foi maior, rompendo assim a barreira do medo do denunciante.

registrado em:
Fim do conteúdo da página